+
Guerras

O que é a Doutrina Monroe?

O que é a Doutrina Monroe?

A Doutrina Monroe é uma política externa dos EUA que foi estabelecida em 1823 pelo Presidente James Monroe. A doutrina afirma que, se algum poder político externo tentasse interferir nas Américas (norte e sul), poderia ser considerado um ato hostil contra os Estados Unidos.

Contexto

Em 1823, quase todos os países latino-americanos também conquistaram a independência da Espanha e Portugal e os Estados Unidos queriam garantir que nenhuma outra grande potência européia tentasse entrar e conquistar a terra. Monroe queria impedir que o "Novo Mundo" se tornasse, mais uma vez, um campo de batalha para as potências européias.

A Doutrina Invocada

  • Em 1865, a Doutrina Monroe foi invocada quando os EUA forneceram pressão militar e diplomática para ajudar o presidente mexicano Benito Juarez a se revoltar contra o imperador francês Maximiliano.
  • Theodore Roosevelt também invocou a política em 1904, chamando-a de "Doutrina Monroe" pela primeira vez, impedindo os credores europeus de cobrar dívidas de vários países da América Latina.
  • Também foi simbolicamente invocada em 1962, quando a União Soviética começou a construir locais em Cuba para o lançamento de mísseis e o Presidente John. F. Kennedy usou suas forças navais e aéreas para colocar em quarentena a ilha.

Este artigo é parte de nosso maior recurso sobre a América Colonialcultura, sociedade, economia e guerra. Clique aqui para o nosso artigo abrangente sobre a América colonial.