Podcasts de história

Os 10 selos mais valiosos dos EUA

Os 10 selos mais valiosos dos EUA

O que atrai as pessoas aos selos? Por que ficamos emocionados ao ver a Mulher Maravilha, os astronautas, os presidentes e a cultura americana nesses pequenos pedaços de papel afixável? Uma possibilidade é que sejam ao mesmo tempo tantas coisas: são arte, são história, são antiguidades, são dinheiro, são miniaturas - tudo embrulhado no romantismo das letras que puseram em movimento . Os mais dedicados à coleção de selos - os filatelistas - estão se preparando para um momento gigantesco. Em outubro, a coleção do rei dos títulos dos EUA, William H. Gross, será leiloada na Robert A. Siegel Auction Galleries, em Nova York. Conforme observado por Cheryl Ganz, curadora emérita do Smithsonian National Postal Museum em Washington, a coleção de selos americanos de Gross é incomparável na história da coleção de selos privados. Enquanto a filatelia se prepara para uma grande revelação, olhamos para trás, para 10 dos selos mais raros da história americana.

1. A Jenny Invertida

Sem dúvida o erro de selo mais raro da história dos Estados Unidos, Inverted Jenny está entre os mais míticos. O avião retratado no selo é o JN-4HM, construído pela empresa Curtiss no meio da Primeira Guerra Mundial (95 por cento dos pilotos norte-americanos treinados em JN-4s durante a Primeira Guerra Mundial). A filatelia, como muitos outros hobbies, gosta do autorreferencial: este foi o primeiro avião usado para entregar correspondência. Um erro de impressão fez com que a vinheta azul - o avião e o ar ao seu redor - fosse impressa de cabeça para baixo, enquanto a borda vermelha emoldurando a cena era impressa corretamente. O erro apareceu apenas em uma única folha de 100 selos, que desde então foi quebrada, de modo que existem principalmente exemplos únicos do selo, embora permaneçam dois blocos de quatro. Em 2016, uma única Inverted Jenny foi vendida em leilão por $ 1.351.250.

Os Jennies - biplanos militares - foram modificados para o serviço de correio aéreo do governo com tanques de combustível extras, um motor diferente e um funil para correspondência. Eles frequentemente caíam. Na verdade, o primeiro voo com correio aéreo do Departamento dos Correios dos EUA em 15 de maio de 1918 terminou em desastre. O piloto voou na direção errada e caiu no campo de um fazendeiro, ironicamente ao lado de uma propriedade de Otto Praeger, o oficial do correio encarregado do correio aéreo. “Nenhuma das correspondências do primeiro dia conseguiu”, diz Scott Trepel, presidente da Siegel Auction House. “Eles tiveram que enviá-lo no dia seguinte.”

2. 1847 Issue Block of 16 of Ben Franklin

O ano de 1847 é muito importante para os selos: este foi o primeiro ano em que você poderia comprar selos do governo dos Estados Unidos e afixá-los em uma mala postal como um método de pré-pagamento para sua entrega (a legislação foi aprovada em 1845). Estes são exemplos dos primeiros selos federais dos EUA. Naturalmente, uma grande quantidade de correspondência foi trocada antes de 1847 - o Departamento dos Correios dos Estados Unidos foi estabelecido em 1792 -, mas essas cartas foram principalmente pagas pelo receptor.

Benjamin Franklin, que junto com George Washington agraciou os primeiros selos, tem uma história fascinante com a postagem, cheia de intrigas. Em 1775, ao retornar da Inglaterra, Franklin foi nomeado postmaster geral das colônias independentes pelo Congresso Continental. Mas, muito antes, a Coroa o havia nomeado postmaster general das colônias americanas em 1753, um cargo que ele compartilhava com William Hunter. Franklin foi demitido desse emprego quando, em 1774, foi descoberto que ele estava abrindo correspondências (entre autoridades inglesas) e enviando o conteúdo das correspondências para seus amigos rebeldes - no que ficou conhecido como o Caso Hutchinson.

3. Selo Almanaque de 1765 ou 1766

A Lei do Selo, aprovada pelo Parlamento britânico em 1765, muitas vezes citada como uma das causas imediatas da Revolução Americana, era, na verdade, um imposto. Foi cobrado sobre o papel americano usado para documentos legais, oficiais ou de uso diário: papéis do navio, licenças comerciais, calendários, declarações, inventário, etc. - até cartas de jogar. O “selo” foi aplicado ao papel para denotar que o imposto havia sido pago. Embora o dinheiro exigido pela lei fosse muito baixo e a lei fosse revogada no ano seguinte, o estrago estava feito.

As colônias ficaram furiosas com a ideia de que poderiam ser tributadas por qualquer pessoa fora de suas assembleias eleitas. Seguiu-se a violência e a intimidação da turba, forçando os coletores de impostos de selo a renunciar a seus cargos e afastando os navios que carregavam papéis do selo nos portos marítimos. Oradores coloniais, como Patrick Henry, assim como jornais, agarraram-se à questão da tirania inglesa assumindo a forma de tributação sem representação, construindo a onda para a revolução cerca de 10 anos depois.

4. "Blue Boy" Alexandria Postmaster’s Provisional

No mundo da coleção de selos dos EUA, o Blue Boy é semelhante ao Monalisa. Entre 1845, quando o Congresso estabeleceu taxas padronizadas pelo governo federal para a postagem, e 1847, quando os primeiros selos postais federais foram produzidos, os postmasters em condados e cidades dos 29 estados emitiram seus próprios selos provisórios. Postmasters foram criativos com os designs. Por exemplo, os selos provisórios de St. Louis exibem a imagem de dois ursos segurando o brasão dos Estados Unidos entre eles.

De particular interesse são esses selos provisórios de Alexandria, que foram retrocedidos para o estado da Virgínia (do Distrito de Columbia) nesses anos. Sabe-se da existência de sete desses selos, mas a maioria deles é “amarelo-claro” ou amarelo-acastanhado. Apenas um deles é azul brilhante - encontrado em uma carta de amor enviada em 1847, que deveria ter sido queimada por seu destinatário - ganhando o nome de "Blue Boy", após o famoso retrato - de um menino em elegantes roupas azuis - por Pintor inglês Thomas Gainsborough.

5. Imagens de 1869 - Erros de centro invertido

Os colecionadores de selos adoram raridades, novidades e erros - e esses selos têm todos os três, mais um pouco de política. Embora os selos tenham sido impressos no governo do presidente Ulysses S. Grant, sua edição foi concebida em 1868, durante os dias difíceis após o impeachment de Andrew Johnson, mas ainda assim manteve o poder. Altamente polêmico e descontinuado após um ano, esses foram os primeiros selos americanos impressos em duas cores. Eles também denotavam cenas, como a chegada de Colombo à América (anteriormente, os selos apresentavam apenas retratos). As imagens também são o primeiro exemplo de erro de impressão do Departamento de Correios. Para imprimir em mais de uma cor, cada cor tinha que ser impressa separadamente; a colocação descuidada de várias folhas de cabeça para baixo na prensa resultou nos primeiros erros de inversão americanos.

Quando um bloco de quatro selos dos Pictorials de 1869 (24 centavos se inverte apresentando a pintura de John Turnbull, Declaração de independência) foi vendido em um leilão em Londres em 1938, e atraiu a atenção mundial. Foi a primeira vez que uma linha telefônica transatlântica foi usada para comprar um lote em um leilão.

6. Missionário Havaiano Azul de Dois Centavos

Em 1963, Vida A revista disse que este selo “Libra por libra, é a substância mais valiosa do planeta”. O selo data de 1851, quando o Havaí era uma nação soberana e um destino popular para missionários americanos pregando o evangelho. No entanto, o correio do Reino do Havaí era americano, e os correios de Honolulu e São Francisco eram bem conectados. Os colecionadores adoram esses selos pela raridade de sua sobrevivência, bem como por seus numerais fantásticos.

Curiosamente, o selo de 2 centavos não tinha muito propósito - o único uso era para um jornal ou a taxa de capitão (os capitães dos navios recebiam 2 centavos para cada carta que carregavam). Os fãs de Audrey Hepburn reconhecerão um selo semelhante a este de sua foto de 1963 com Cary Grant, Charada, mas há um problema. Nesse filme, onde um selo missionário havaiano desempenha um papel fundamental na intriga, seu valor é de 3 centavos, mas não existia um missionário de 3 centavos, apenas 2 centavos, 5 centavos e 13 centavos.

7. Capa de pônei roubada de 1860

Este selo oferece uma amostra do mito americano de “cowboys e índios”. Fundado em 1860, o Pony Express era um serviço de correio privado usando uma rede de jovens pilotos e estações em que o correio podia viajar de todo o país em aproximadamente 10 dias (a alternativa era diligência ou navio). Sua empresa controladora, Central Overland California e Pike’s Peak Express Company, está estampada nesta capa. Um passageiro do Express, viajando para o leste através de Nevada em 1860, desapareceu. Duas capas de sua mala postal, recuperada dois anos depois, sobrevivem até hoje e trazem as palavras escritas à mão: “Recuperado de uma correspondência roubada pelos índios em 1860”.

Apesar de todas as lendas do Pony Express (Buffalo Bill Cody e Wild Bill Hickok alegaram ser pilotos; também não há evidências), a roupa durou apenas 19 meses e foi, na verdade, uma espécie de golpe publicitário de três empresários que tentaram vencer um contrato de correio do governo.

8. Pan American Inverts

Transporte foi o tema principal dos seis selos comemorativos - apresentando a ponte nas Cataratas do Niágara e uma máquina a vapor, entre outros - emitidos em 1901 para comemorar a Exposição Pan-Americana realizada em Buffalo, NY. Como esses selos eram impressos em duas cores, a oportunidade estava madura para o erro, e as ilustrações nas folhas das denominações de 1, 2 e 4 centavos foram invertidas.

A Pan-American Expo é menos lembrada por seus selos ou Jumbo - o elefante de 9 toneladas, um herói das guerras da Grã-Bretanha no Afeganistão (que se voltou contra seu dono e mais tarde foi executado por ele) - do que pelo assassinato do presidente William McKinley em 6 de setembro. McKinley foi baleado duas vezes à queima-roupa pelo anarquista Leon Czolgosz enquanto cumprimentava admiradores na feira. Ele morreu devido aos ferimentos oito dias depois (seu vice-presidente, Teddy Roosevelt, estava tão confiante na recuperação do presidente que foi acampar em Adirondacks).

9. CIA Invert

Eles são complicados, esses agentes da CIA. Entre 1975 e 1981, o Correio lançou uma série de selos Americana, quatro dos quais retratando fontes de luz. Destes, um selo de US $ 1 - representando uma lamparina colonial e um castiçal - foi impresso como um invertido em uma única folha de 100 selos. Em 1986, nove agentes da CIA que perceberam o erro compraram a folha com os 95 selos restantes na agência dos correios em Mclean, Virgínia (a agência dos correios, sem saber, vendeu os outros cinco para serem usados ​​como postagem diária). Os agentes substituíram os selos raros por edições regulares de US $ 1 e, em seguida, venderam uma folha com 85 dos selos de lâmpadas invertidas (mais um selo danificado) para um colecionador por US $ 25.000. Cada um dos agentes manteve um selo para si. Um escândalo logo se seguiu, e a agência exigiu que os agentes devolvessem os selos ou a rescisão presencial (afinal, eles haviam sido comprados com o dinheiro do contribuinte). Quatro agentes devolveram seus selos, quatro desistiram ou foram rescindidos e um agente alegou que perderam os seus e mantiveram o emprego.

10. Inversão da Bolsa de Valores

Este selo obtém reconhecimento não apenas porque é um invertido, mas porque é o último invertido que os Correios dos Estados Unidos imprimiram, em 1992 - em um selo que comemora o 200º aniversário da Bolsa de Valores de Nova York (NYSE). Apenas 56 desses selos existem. Cercado por uma borda verde com algarismos vermelhos, as imagens invertidas incluem uma cena de comerciantes modernos, retratados em pé sob um centro de monitores na bolsa de valores, e uma vista externa da fachada neoclássica da bolsa, no 11 Wall Street.

A NYSE foi criada não oficialmente em 17 de maio de 1792, quando 24 corretores da bolsa assinaram o Acordo de Buttonwood, que estabelecia que os corretores só podiam negociar entre si e que deveriam receber uma comissão de 0,25 por cento. Foi assinado fora de 68 Wall Street, sob uma árvore de botão. O acordo foi alcançado depois que o excesso de zelo nos empréstimos (e inadimplências) de William Duer causou um pânico financeiro no início daquele ano.


10 selos mais caros

Alguns selos postais valem uma fortuna absoluta. Aqui estão alguns dos selos mais raros do mundo de acordo com colecionadores.

Os selos estão entre os itens colecionáveis ​​mais procurados desde a introdução do primeiro, perto de meados do século 1800. As pessoas não desejam obtê-los apenas por causa de sua história ou mérito étnico. Possivelmente possuir algo que pode ter grande valor monetário atrai muitos colecionadores. O motivo pelo qual um selo pode ser considerado precioso varia. Alguns são tesouros porque não foram fáceis de obter e são considerados raros, enquanto outros podem ter marcações especiais ou erros foram cometidos durante a produção. Seja qual for o motivo, alguns são mais valiosos do que outros, como você verá nesta lista dos 10 selos mais caros.


# 10 e # 8211 Landing of Columbus ($ 275.000)

Começamos nossa lista de selos valiosos com o desembarque de Colombo, que foi lançado originalmente em 1869. Esse selo representa, como o nome sugere, o desembarque de Colombo na América do Norte. Mais especificamente, é uma recriação da pintura do evento de John Vanderlyn, que é uma pintura bastante famosa. O que há de tão especial neste selo? Bem, na verdade foi um dos primeiros selos nos Estados Unidos a ser impresso em duas cores. Para criar este carimbo, foi necessário passá-lo duas vezes por uma prensa. The Landing of Columbus esteve em circulação por apenas um ano e, embora custasse 15 centavos em 1869, hoje mesmo um selo mais usado pode valer mais de $ 300. Uma amostra invertida não utilizada do Landing of Columbus é capaz de render até $ 275.000.


1944-D Lincoln Penny em uma prancha de aço revestida de zinco

Valor: $115,000

Grau: NGC MS-63

Vendido: Leilões Heritage de agosto de 2007, Milwaukee, WI, Leilão de moedas de assinatura ANA

Um centavo do Lincoln em 1944, acertado nas instalações da casa da moeda em Denver, Colorado, não é nada especial. Na verdade, mais de 430 milhões deles foram atingidos. O que torna esta moeda extremamente valiosa é o fato de ela ter sido cunhada em uma prancha de aço revestida de zinco. Esses pranchas de aço foram usados ​​principalmente em 1943. Depois de muitas reclamações, a Casa da Moeda dos Estados Unidos voltou aos pranchas de cobre regulares a partir de 1944.

No entanto, uma prancha de aço que sobrou de 1943 deve ter encontrado seu caminho para a prensa de cunhagem. Esta prancheta perdida criou uma grande raridade valorizada por colecionadores de moedas, e eles estão dispostos a pagar generosamente para adicionar esta moeda à sua coleção.


Os 10 melhores selos raros e valiosos da China

Para os amantes de selos, os selos postais raros são sempre o seu alvo. Com o passar do tempo, seu valor pode aumentar significativamente. E os selos da China estão entre alguns dos selos mais famosos, raros e valiosos do mundo. Aqui está uma lista dos 10 principais selos raros e valiosos da China que você deve conhecer.

1. Alfândega da Marinha Publica Dragões Grandes 海关 大 龙 票

O serviço de correio da China moderna & # 8217 começou em 1º de maio de 1878 quando o Imperial Marine Customs Post começou a fornecer serviço de correio ao público. O post lançou os primeiros selos postais da China & # 8217 & # 8211 três selos com o apelido & # 8220 the Large Dragons & # 8221. Os selos foram impressos com dragões nos valores 1, 3 e 5.

2. A alfândega da Marinha publica pequenos dragões 海关 小龙 票

Em 1885 e em 1888, seis outros selos foram emitidos pelo Imperial Marine Customs Post. Eles são freqüentemente chamados de & # 8220Small Dragons & # 8221 pelos colecionadores de selos.

3. Selos Long Life 万寿 纪念 票

Em 1894, nove selos foram emitidos pelo mesmo correio, geralmente conhecido como a edição & # 8220DOWAGER & # 8221. Os selos foram emitidos quando o país celebrou o 60º aniversário da Imperatriz Viúva Cixi, daí o nome. Este conjunto é conhecido como Selos Longa Vida na China. A série tem nove selos de valor diferentes. Cada um tem uma cor única com imagens diferentes, incluindo dragão, carpa, barco à vela, flor de peônia, perene, pêssego grande ou caractere chinês “寿”, que significa longevidade.

4. Selo de receita vermelha 红印花 票

O selo foi emitido em 1896 pela dinastia Qing. Este raro selo chinês, com um fundo vermelho distinto, tem o valor de & # 82203 centavos. & # 8221 O Imperial Marine Customs Post encarregou empresas japonesas e britânicas de imprimir novos selos, mas esses selos não são entregues, portanto, o selo de receita de 3 centavos foi usado como selo postal após ser carimbado com palavras pequenas de valores diferentes.

5. Carimbos do Coiling Dragon 蟠龙 票

O governo da Dinastia Qing emitiu para o país o primeiro novo conjunto de selos com a inscrição & # 8221IMPERIAL CHINESE POST & # 8221 em 1897. Os doze valores diferentes, variando de 1/2 c a $ 5, foram litografados no Japão e chamados Panlong Stamps ou Coiling Dragon Stamps . Os valores baixos foram pintados com um dragão, o meio com uma carpa e o dólar com um ganso selvagem.

6. Selos do Templo do Céu 宣统 登基 纪念 票

Emitidos em 8 de setembro de 1909, os selos do Templo do Céu foram emitidos para homenagear o primeiro ano do reinado de Xuan Tong, o último dos imperadores da dinastia Qing. São os últimos selos emitidos pelo Governo Imperial Qing.

7. Todo o país é vermelho 全国 山河 一片 红

The Whole Country is Red foi lançado em 1968 durante a Grande Revolução Cultural da China e # 8217. O selo foi pintado com um mapa da China com as palavras & # 8220O país inteiro é vermelho & # 8221 e outros slogans sobre o presidente Mao com muitos trabalhadores, fazendeiros e soldados. O valor nominal do selo é 8 fen (100 fen = 1 yuan).

8. Selo do macaco vermelho 80 80 版 猴 票

O selo Macaco Vermelho de 1980 é o selo mais popular na China. Eles foram emitidos em 1980, o ano do Macaco Dourado.

9. Selo militar azul 蓝军 邮

Os selos foram impressos desenhados e entregues aos soldados gratuitamente. Porém, depois de emitidos, alguns militares relataram que esses selos eram mais fáceis de divulgar os segredos militares. Portanto, a maior parte do selo não utilizado foi destruída com apenas uma pequena parte em uso.

10. Carimbo Cai Lun 《古代 科学家》 蔡伦

O selo Cai Lun foi emitido em 1962. Cai Lun é o inventor da Dinastia Han Oriental que desenvolveu a tecnologia de fabricação de papel usando redes desgastadas, cascas e tecidos. Como seu ano de nascimento é desconhecido, deve ser impresso com & # 8220Cai Lun (? & # 8212 & # 8212121), Dinastia Han & # 8220, mas o designer do carimbo escreveu no carimbo & # 8221 Cai Lun (BC? & # 8212 & # 8212121), Dinastia Han & # 8221. Este erro foi posteriormente descoberto por alguns colecionadores de selos e o setor postal retirou esses selos de erro. Apenas vários milhares de selos não foram devolvidos, por isso são muito valiosos.


Os 10 selos mais valiosos dos EUA - HISTÓRIA

3 e centavos - marrom alaranjado TIPO I, marrom alaranjado profundo
20.000.000 - Imperf - Scott # 10 - 1851


Os preços são para quatro cópias de margem COM goma
Deduza 40% para cancelamentos de caneta, deduza 40% para três margens,
60% para duas margens e sem margens deduzir 80%

Valor (com 4 margens em torno do design)
Usado: $ 15- $ 35
Sem carimbo com goma (MH): $ 350- $ 700
Goma de mascar totalmente perfeita, sem carimbo, sem vestígios de marca de dobradiça de selo (MNH): $ 35.000- $ 50.000

CUIDADO! Os itens vendidos como # 10 no ebay raramente são um verdadeiro # 10, eles geralmente são o número 11.
Um certificado é uma obrigação, para cópias não utilizadas desta edição. Este selo pode ser facilmente
confundido com o marrom laranja experimental menos valioso usado para o número 11.
Observe que o carimbo acima tem um cancelamento de caneta limpo, como pode ser visto pelo marrom claro
linha em todo o rosto. Este selo foi anunciado no ebay como não sendo usado.


3 e centavos - marrom cobre, marrom laranja, TIPO II
20.000.000 - Imperf - Scott # 10A - 1851
Os preços são para quatro exemplos de margem
Consulte o final desta página para obter um guia das cores

Publicado:
1 de julho de 1851

Data mais antiga de uso:
Placa 1E, 1º de julho de 1851, Placa 1L 12 de julho de 1851, Placa 2E
23 de julho de 1851, Placa 5E 19 de julho de 1851, Placa 0 de setembro de 1851


Um primeiro dia coberto de # 10

Tamanho da placa:
Folhas de 200 assuntos (2 painéis de 100).


Um painel de 100 do 3 & cent Imperf (ilustração 3)

Uma reconstrução da placa 2 no início, painel direito

Impressora:
Toppan, Carpenter, Casilier & amp Co. usando o processo de transferência de molde para relevo para placa.

Marca d'água:
Nenhum

Quantidade emitida: 20 milhões (dezessete vezes mais escasso do que # 11).

Usar:
Só em 1º de abril de 1855 tornou-se obrigatório o pré-pagamento
(por meio de um selo ou envelope selado) para que sua carta seja enviada.

O selo de três centavos pagava a taxa de carta comum, e dois ou mais seriam exigidos em duplo, triplo,
etc., cartas. A postagem única para a Califórnia custava seis centavos, o dobro do valor das cartas. Lá
foi também a taxa dupla para a Califórnia fornecida por quatro selos de três centavos, etc. A taxa dupla foi definida
como uma distância superior a 3.000 milhas. Uma carta pesando menos de & # 189 a onça era uma taxa única. Cada
adicional de & # 189 onças foi cobrado um único selo adicional (com exceção de CA, onde
mais dois selos).

A taxa inicial foi fornecida pela taxa de 10 e 20 centavos, então tiras ou singles de 3 centavos podem ser
encontrado nestes também. Naquela época, o pré-pagamento de envelopes era opcional. Muitos optaram por ter a carta
pago pelo destinatário no destino estrangeiro.

# 10 se origina das placas 1e, 1i, 2e, 5e e 0.

USANDO LINHAS INTERNAS PARA PLACAS DE IDENTIFICAÇÃO
Placa 1 Linhas internas sempre recortar
Placa 2 (E) Linhas externas e internas fortemente recortado
Placa 2 (L) Linhas externas e internas fortemente recortado (às vezes mais fraco)
Placa 3 Claramente cortado
Placa 4 Raramente recortado
Placa 5 Fracamente recortado exceto 8 posições mostram linha interna ligeiramente recortada
Placa 6 Sem recorte exceto 1 posição
Placa 7 Sem recorte exceto 1 posição
Placa 8 Sem linhas internas

USANDO COR PARA PLACAS DE IDENTIFICAÇÃO
Placa 1 Experimental laranja marrom, marrom, carmim acastanhado, claretes, vermelho opaco, vermelho rosa, vermelho alaranjado
Placa 2 (E) Marrom alaranjado apenas
Placa 2 (L) Todas as cores, exceto laranja marrom e rosa vermelha amarelada
Placa 3 Todas as cores, exceto laranja marrom e rosa vermelha amarelada
Placa 4 Todas as cores
Placa 5 Todas as cores
Placa 6 Todas as cores
Placa 7 Todas as cores
Placa 8 Todas as cores

NOTAS NAS PLACAS
Placa 1 Recorte goivado no topo, exceto dois carimbos não recortados
Placa 2 (E) Recortado por uma linha reta no topo, exceto um selo arrancado
Placa 2 (L) Como 2 (E) as placas 2 e 3 só podem ser diferenciadas por galvanização
Placa 3 Como 2 (E), as placas 2 e 3 só podem ser diferenciadas por chapeamento. As linhas às vezes são mais fracas do que 2 (L)
Placa 4 A linha esquerda geralmente é recortada ou dividida e próxima ao desenho
Placa 5 Mais levemente recortado do que 2L
Placa 6 Quadro inferior ligeiramente recortado, exceto as posições da linha inferior.
Placa 7 Como a placa 6, não pode ser separada da placa 6, exceto por galvanização.
Placa 8 Nunca recorte

A distância entre os selos varia consideravelmente nas diferentes placas. Em alguns, eles têm apenas 7/10 mm. separado
entre o topo e o fundo, em outros um pouco mais de 1mm. Em alguns, são apenas 9/10 mm. separado entre o lado
linhas, em outras totalmente 1 2/10 mm. separado. Espécimes com margens largas e brancas mostram que o papel foi estendido,
às vezes 15 mm. além dos selos. As linhas verticais são então de 6 mm. ou 2 & # 189, 3 e 3 & # 189 mm. das linhas centrais.

O que exatamente significa posição 6RIE, 8RIE etc?

O primeiro indicador é um número que indica sua posição na placa, então 3RIE teria vindo do terceiro selo em
o prato. O número pode variar de 1 a 100, havendo 100 selos em cada placa.

O segundo indicador é a letra R ou L, R indica que o selo veio do painel direito, L para o painel esquerdo.
O selo foi impresso em folhas de 200, cada folha foi dividida em dois painéis de 100. Portanto, a 3RIE teria
vêm do painel direito, pois o segundo indicador em 3R1E é a letra R.

O terceiro indicador pode ser dos números I (1) a XII (12). Este indicador é sempre mostrado em algarismos romanos. Havia
doze placas, não há selos da placa VI (6), pois foi destruída antes do início da impressão (sem dúvida estava com defeito).
Por exemplo, o selo 4RIL teria vindo da placa um (1).

O último ou quarto indicador é a letra E ou L. A letra 'E'indicam um estado inicial da placa,
a carta 'eu'indica o estado tardio da placa.

Quantos pratos havia?

Havia nove placas do imperfurado de 3 centavos de Washington feitas. Placas 0 e 1 a 8. Placa 0 era assim chamada
porque a placa não foi marcada com um número de placa. A placa 1 tinha três estados, inicial, intermediário e tardio.
As placas 2 e 5 tinham dois estados, precoce e tardio.

Variedades de cores

O valor do selo varia de acordo com a sua cor, sendo a ameixa a cor mais rara. Para obter um guia, veja abaixo.

Recursos disponíveis
Dr. Carroll Chase, O selo de 3 centavos dos Estados Unidos 1851-1857.
O selo imperfurado de 3 centavos dos EUA 1851-1857

Identificando Scott # 10 e # 10A (laranja marrom)

O selo George Washington marrom alaranjado de 3 centavos dos EUA 1851 (Scott # 10, 10A) provavelmente é o mais frequente
carimbo dos EUA do século 19 identificado incorretamente. O problema de # 11 e # 11A (valor de catálogo: $ 15,00) sendo anunciado
como # 10 ou # 10A (valor de catálogo: $ 200, $ 150, respectivamente) parece ser crônico no número de sites de leilão.
Toda semana, pelo menos um, e geralmente mais de cinco # 11 & rsquos são anunciados como # 10 & rsquos. Alguns vendedores de # 11 & rsquos identificados
como # 10 e rsquos são fraudulentos, enquanto outros são excessivamente otimistas. É difícil saber o que é pior, porque em cada
caso, um colecionador esperançoso está enchendo um espaço do álbum com um selo que não pertence lá, e uma vez que o
erro caro for descoberto, a experiência do hobby pode ser manchada permanentemente.

As imagens e anotações abaixo devem ser de alguma ajuda para aprender a identificar # 10 & rsquos. No entanto, o revestimento é o mais seguro
método de identificação positiva, uma vez que todos os carimbos impressos nas placas 1e, 1i, 2e, 5e e 0 são definidos como # 10 & rsquos,
e todos os selos impressos das placas 1L, 2L, 3, 4, 5L, 6, 7 e 8 são definidos como # 11 & rsquos.

1) IMPRESSÃO

A tinta usada para imprimir # 10 & rsquos era uma fórmula de alta qualidade de aproximadamente 80 por cento de vermelho veneziano (óxido férrico / ferrugem)
e 20 por cento vermelhão (sulfeto de mercúrio vermelho). Os ingredientes não apenas deram à tinta seu marrom alaranjado característico
cor, mas também ajudou a produzir uma impressão superior, e sua suscetibilidade à descoloração é mínima (ferrugem
é o resultado da exposição aos elementos, e não é suscetível a descoloração adicional significativa). Esse
a primeira fórmula de tinta foi descartada após cerca de quatro meses em favor da tonalidade carmim acastanhada. O motivo da conversão
a uma nova fórmula de tinta continua a ser objeto de especulação. A mistura de óxido de ferro / vermelhão certamente era mais cara, mas
o rápido desgaste da placa causado pelo sulfeto de mercúrio pode ter sido um fator adicional. O desgaste da placa neste projeto começou a
mostre nas melhores linhas primeiro. Alguns # 10 e rsquos impressos nas placas 1e e 1i apresentam desgaste significativo. Desgaste severo da placa
esse problema é mais evidente nos exemplos da placa 1L impressa no período de final de 1854 a início de 1855.


Na imagem à esquerda, o nº 10 mostrado no canto superior esquerdo é um exemplo de impressão inicial de alta qualidade, enquanto o nº 11 mostrado em
A parte superior direita foi impressa a partir de uma placa muito usada, com tinta de baixa qualidade. Observe a falta de detalhes na cabeça de Washington,
e a falta de nitidez nas rosetas e especialmente no trabalho tesselado (hachurado) na impressão # 11. O # 11
à direita foi anunciado na Internet como o número 10.

A cor e a textura da tinta são fatores-chave na identificação # 10. Exceto por algumas anomalias raras, a cor de # 10 & rsquos
caem em uma faixa estreita de uma mistura laranja / marrom. Embora isso seja óbvio, muitos vendedores anunciam selos
faltando laranja, marrom ou ambas as cores como # 10 e rsquos simplesmente porque sua cor parece incomum, ou mais profunda, do que a maioria 1851-57 3 cêntimos
selos imperfurados que eles já viram. A textura da tinta quase sempre parece espessa e rica em comparação com # 11 & rsquos semelhantes
na cor. O # 11 à direita na comparação acima é do tom laranja-vermelho, comumente confundido com laranja-marrom, mas
a cor parece pálida e diluída em comparação com o # 10.


A imagem à esquerda mostra um marrom laranja # 10
sobreposto em um sulfureto (dourado) # 11.

& ldquoSulfuretted & rdquo

Os selos são comumente anunciados como # 10 & rsquos por causa de sua aparência escura. Os selos com enxofre são selos impressos com
concentrações mais altas de óxido férrico na fórmula da tinta que foram descoloridas pela exposição a dióxido de enxofre
(comumente encontrado em poluentes do ar). A exposição ao dióxido de enxofre (sulfeto) converte o óxido férrico (encontrado
em pigmentos de base vermelha veneziana) a sulfato férrico (marrom escuro).

Um exame atento do enxofre # 11 na imagem de alta resolução acima revela pequenas manchas da cor de tinta avermelhada original
nas áreas de baixo relevo em comparação com as áreas enegrecidas de alto relevo da tinta. A tinta usada nas impressões # 10 foi
não suscetível a descoloração significativa por exposição a sulfetos, embora muitas tintas # 11 fossem.


Um cancelamento de data de junho, datas de ano raramente foram mostradas em datas canceladas neste momento

3) CANCELAM

Os cancelamentos podem ser usados ​​em casos limitados para ajudar a confirmar ou descartar um carimbo como # 10. Nas cartas dos anos 1850 em geral
foram transportados pelo remetente para os correios para envio pelo correio, e apenas os selos necessários para o envio de day & rsquos foram
comprado, e os selos foram imediatamente afixados nas cartas enviadas para o correio. Selos usados ​​por mais de alguns meses
após a distribuição para os correios foram a exceção. O primeiro uso conhecido de Scott # 10 foi em 1º de julho de 1851.
Aproximadamente 98 por cento do número 10 & rsquos foram usados ​​até o final de maio de 1852, então os exemplos datados com um carimbo de data de junho são quase certamente o número 11.
Existem apenas alguns usos contemporâneos confirmados de # 10s após 1852 (2/10/53, 6/26/54 e um em 1858).

# 10 com carimbo de data da Filadélfia


# 11 com carimbo de data da Filadélfia


Filadélfia cancela também pode ser usado como auxiliar de namoro, uma vez que a Filadélfia foi abruptamente convertida de azul para preto
tinta para seus selos manuais de cancelamento em cerca de 1º de janeiro de 1854. O nº 11 acima, embora seja forte em pigmento laranja e
sem boas marcas de chapeamento, não poderia ser um # 10 por causa do cancelamento de abril de Filadélfia preto (e impressão de placa gasta).

Embora não seja abordado nas imagens comparativas acima, plaquear um selo usando o fotográfico Smithsonian
as impressões fornecidas por Carroll Chase são a maneira mais segura de confirmar sua identidade como # 10. No entanto, um conhecimento básico de
as características de cada placa permitirão que o filatelista instruído localize # 10s identificados incorretamente, mesmo em
imagens de resolução média, sem plaqueamento.

Provas de placa (Scott # 41P3) das reimpressões de 1875 (Scott # 41) da edição de 3 centavos de 1851-57 foram feitas, principalmente em
a sombra escarlate. Um exemplo é mostrado à esquerda. Um 41P3 foi vendido como um número 10 no eBay em setembro de 2006.

6) TIPO DE DESIGN

O tipo de design não é um fator para diferenciar # 10s de # 11 & rsquos. Todos os selos imperfurados de 3 centavos de 1851 a 1857
tem uma linha de moldura externa em todos os quatro lados. O tipo de projeto 1 (sem linhas de moldura interna) pode ser Scott # 10 ou
# 11. O tipo de projeto 2 (com linhas de estrutura interna) pode ser Scott # 10A ou # 11A. Eu só sinto a necessidade de mencionar
isso porque alguns dos vendedores de selos menos instruídos no eBay acreditam que todos os selos de 3 centavos desta série
com uma linha de moldura externa em todos os quatro lados são # 10 ou # 10A.

Distinguir uma Placa 1e # 10 de uma Placa 1i

As diferenças na placa 1 inicial versus placa 1 intermediária foram causadas pela reentrada (e não recorte
as linhas do quadro (FL & rsquos) ou linhas internas depois de a reentrada). Os selos do estado inicial têm FL e rsquos bem definidos
e linhas internas, quando presentes (consulte a Placa 3). O carimbo de estado intermediário FL e rsquos normalmente têm alguns
duplicação, bem como locais fracos (consulte a Placa 2 posteriormente).

A cor é outra indicação. O estado & ldquoEarly & rdquo tende a ter tons claros e amarelados. O & ldquoIntermediate & rdquo
state tend to have the &ldquowith more red&rdquo shades.

It&rsquos difficult to use the Chase photos to determine state, as many stamps have a lot of plate wear
(which occurs on both states), and the photographs did not pick up the detail well. And Chase probably
has a few assigned to the wrong state.

The Inspiration for the Design

The design was based off Jean-Antoine Houdon's bust


George Washington
Jean-Antoine Houdon (1741-1828)
Marble, 25" high
Mount Vernon, Virginia

This painting shows the studio of French sculptor
Jean-Antoine Houdon with Houdon working on a bust.

The imprint was centered in the left and right margin of the sheets. There is a price premium
for stamps with a partial portion of the imprint. The plate number of the sheet is under the printers name.

John Casilear

John Casilear joined the firm of Toppan, Carpenter, Casilear & Co. in 1850
two years after its formation. He was a renowned master engraver.

Identification of these stamps is aided by the fact that this issue was recut extensively,
with all of the possible 1800 position being recut at least twice.

There are some recutting errors to look for
1) A frame line extending beyond the corner or not reaching the corner

2) A crooked frame line

3) A split frame line

4) The label block and either one of the adjacent decorative diamond blocks joined

5) Inner line running up and down too far

Spotting these is fairly easy and it makes collecting a mundane stamp much more interesting.

Green town cancels command a nice premium, aprroximely £300


The stamp was very rarely bisected, only about a dozen examples
exist. The bisects range from the stamp being cut by a third (to represent 1¢)
to a being cut in half (in those days there was a half cent coin to pay for this!).

The process of making these plates is said to have been

First to mark out on a soft plate of steel the points at which the right vertical line of each
row of stamps was to come, by a dot at the top and bottom of the plate. These dots were sometimes too
large and too heavily put in, and may be found in some specimens at or near, the upper or lower right
hand corner of the stamp.


The lines however were not always accurately drawn so that the dot appears (on the top or bottom line,
at a distance to the left of the corner, or, above the line, or below the line, or entirely outside
of the stamp to the right. These lines having been drawn, the next step in the process was to put in
the body of the design, which had been engraved on a soft steel punch or die, and then hardened, by
placing the die successively in the position to be occupied by each stamp on the plate, and "
rocking" it back and forth under pressure.


As this process was not as perfect as that now employed, the die was not always placed in exactly
the proper position, not infrequently being too near or too far from the vertical side lines, or
the die was not rocked far enough, and the edges were left imperfect. In the design, it was evidently
intended that the outside lines should be equally distant from the top and bottom labels, and the
side edges of the block, and that the corners should be exactly mitered.

The top and bottom lines are practically always at the same distance from the labels, and one engraver
maintains that they were engraved on the die. But specimens are plentiful in which the top and bottom
line projects beyond the side line, or does not touch it, or rarely is double or split, or again the
side line projects beyond the top or bottom line, or does not touch it.


Again, instead of the side line being at the proper distance from the corner blocks, it is not infrequently
too far from one or more of them, or too near one or more of them, or touches one or more of them. Again,
the side line is found connecting with the next stamp above or below, and occasianally there is a second
line near this between two stamps.


In the die itself it will be noticed that the lower left block is almost always a little further to the left
than the top one, in fact, that the distance from the right of the right block to the left of the left block
is about 1/4 of a mm. greater at the bottom than at the top of the stamp.

The lower right rosette is a little too far also to the right, ordinarily at least.

The blocks vary in size in the same and different stamps, as well as the diamonds in them, which are not
of uniform shape or size. The labels above and below are crowded upon the rosettes. The sides of the
groundwork should terminate in a straight line, formed by the bases of the little colored triangles,
which touch each other. But this line is often broken in appearance as parts of it are too finely cut,
or the die was not rocked far enough. In some cases this seems to have been remedied by re-engraving this line.


The essays for this stamp are indeed numerous.
To view the essays click here


Vignette of George Washington
Imperf essay on laid india paper


Building a Collection of Rare US Stamps

Rare stamps are highly condition-sensitive and need to be properly handled and stored to protect their value. This is true for both unused stamps, canceled stamps, and cachets, or canceled stamps attached to an envelope, which are often commemorative in nature. Aside from the special care needed to maintain their value, you’ll want to consider your strategy for building your collection of rare postage stamps.

  • Themes – Some of us love presidential stamps and by every one that’s released. Others may like historical issues that celebrate great moments in our culture. For those who just like dinosaurs, the United States Postal Service has you covered. Themed collections let you explore what you’re passionate about through the lens of stamps.
  • Value – If your primary focus is on curating a collection that increases its value, then you’re going to want to focus on rare stamps that are wanted the most or what you think those stamps will be in the future. While some postage stamps have clearly shown the ability to set the bar for rare stamp prices over time, finding buying trends that let you invest before a stamp’s value increases can offer more profit in the long-run.

How to Determine the Value of a Stamp

Rarity is one aspect that collectors consider when they’re appraising stamps. Other considerations include:

  • Doença – Collectible stamps range from ones with significant fading, hinge marks, and other signs of use all the way to completely unused stamps.
  • Chiclete – Gum refers to the adhesive backing on a stamp. Unused stamps will generally retain their original adhesive.

To get an accurate value for your collection or an individual stamp, it’s best to consult professionals. The American Philatelic Society is a great collector’s resource, and they even provide a directory of local dealers who can provide you with a professional appraisal.


Most Expensive Postage Stamps – List of Top Ten

Sr No. Nome Valor
1 British Guiana 1c Magenta $9.5 million
2 Treskilling Yellow $2.3 million
3 Mauristius Post Office $4 million
4 Inverted Jenny $977,500
5 Canada 12-pence black $500,000
6 Tyrian Plum $70000
7 The Hawaiian Missionaries $40000
8 The Whole country is red $36000
9 Penny Black $30000
10 Basel Dove $20,000

Conclusão:

The above is the list of valuable stamps for collectors. Postage stamps depict the strong history of different countries of the world and their culture as well. All these marks explained above have much higher value in the world and are kept at various museums to make them available for the people. Here you knew that what are postage stamps worth.


WASHINGTON/FRANKLIN STAMPS OF 1908-1922

The "Washington/Franklin" series of United States postage stamps of 1908-1922, also known as the "Third Bureau Issues", are perhaps the most difficult US stamps to identify. In addition to new techniques for printing (i.e. rotary press, offset) and ways of offering stamps to the public (coil stamps) a new watermark (single-line USPS) was used for the first time. Additionally, an odd type of paper, known as "bluish" paper, was used for a brief period in 1909.

  1. Projeto: Five designs A138, A139, A140, A148 & A149. Ver Seção 1 abaixo.
  2. Perforations: Imperforate, perforated, and both horizontally and vertically perforated coil stamps. Ver Section 2 abaixo.
  3. Watermarks: Single line, double line, or unwatermarked. Ver Section 3 abaixo.
  4. Press Type: Flat plate, rotary or offset. Ver Section 4 abaixo.
  1. Paper: Two varieties wood pulp and "bluish" paper. Ver Section 5 abaixo.
  2. "2 CENTS 2" Types: Nine types I, Ia, II, III, IV, V, Va, VI and VII. Ver Section 6 abaixo.
  3. "3 CENTS 3" Types: Four types I, II, III and IV. Ver Section 7 abaixo.
  4. Design Size: 19 to 20mm X 22mm only important in identifying two rotary press stamps, Scott 545 & 546. See row 8 of Identification Table at bottom of page.

Section 1: The Designs

  • A138: Franklin, "ONE CENT" spelled out below portrait. Only one value.
  • A139: Washington, "TWO CENTS" spelled out below portrait. Only one value.
  • A140: Washington, value in "2 CENTS 2" format below portrait. Values from 1 cent through 1 dollar.
  • A148: Franklin, U.S. POSTAGE in curved label above portrait. Values from 8 cents through 1 dollar.
  • A149: Franklin, landscape format, two colors, only two values 2 dollars and 5 dollars.

Section 2: Coil Stamps

Coil stamps were designed for use in dispensers and vending machines that could supply stamps one at a time. The first Washington/Franklin coils were issued in 1908, in strips of 100 that were perforated either 12 horizontally or 12 vertically. See image below.

Section 3: Watermarks

Washington/Franklins were printed on paper that was marked with single line watermark (190), double line watermark (191), or unwatermarked.

Section 4: Press types: Intaglio Flat Plate & Rotary

Intaglio printing, also known as "recess printing", is done from a plate that has lines etched or carved into it. When ink is applied to the plate, it collects in these lines and grooves, then after the surface of the plate is wiped clean it is run through a press under pressure. The pressure forces the ink from the grooves in the plate onto the paper, which form tiny ridges that, when dry, can be felt with a fingernail drawn lightly across them. A flat plate press, as its name suggests, utilizes a flat printing plate that is run through a press, then re-inked, wiped, and run through the press again. A rotary press utilizes a printing plate that has been formed into a cylinder, which allows for faster feeding of the printing sheets through the press the plate is inked, wiped and impressed into the paper in one continuous action. Because a rotary press plate has been rounded, the image will be somewhat distorted. For stamps this means that the design will be slightly higher or wider than it would have been on a flat plate press. Also, the difficulty inherent in inking and wiping a rotary press plate while it was in motion meant that early rotary press stamps usually show a considerable amount of "plate tone", a sheen of ink that would transfer from the incompletely cleaned plate onto the stamp. See illustration below.

Press types: Offset

Offset printing is a fast, reliable and efficient method for printing. It was first used for printing stamps during the World War I as a cost-cutting measure, however the stamps, which lacked the fine detail of intaglio printed stamps, were unpopular with the public, who considered them ugly and cheap-looking. The use of offset presses to print stamps was discontinued in 1919, although offset was later re-introduced for printing stamps with marked success.
The image of an offset-printed Washington stamp is coarser and less detailed than an intaglio (i.e., flat or rotary press) printed stamp. Also, the ink lies flat on the surface of an offset printed stamp, while intaglio printing leaves a fine ridge of ink on the paper. In addition, some of the colors in the offset Washingtons are sharp and even garish. See below for general characteristics of offset printed stamps.

Section 5: Bluish paper

For a short period in 1909, some US stamps were printed on paper that had a 35% rag content rather than 100% wood pulp as usual, giving the paper a somewhat grayish hue. These are known as "bluish" paper stamps, and can best be distinguished by comparing the backs of the stamps against those of known 100% wood-pulp content. See comparison below. These stamps were printed in 10 denominations: 1 cent, 2 cents, 3 cents, 4 cents, 5 cents, 6 cents, 8 cents, 10 cents, 13 cents and 15 cents. All are uncommon to very rare. Stamps were only issued in Washington DC, so any used specimens must bear contemporaneous Washington DC cancels.


1 12d Black Queen Victoria, $300,000

The 12d Black Queen Victoria, also called the 12 Pence Black stamp, was issued way back in 1851 or the first year when Canadian stamps were produced. It features a portrait of the young Queen Victoria and it is one of the most famous stamps in the world.

The 12d Black Queen Victoria stamp is highly rare and precious. A very fine mint example with full gum is estimated to cost around $300,000. On February 23 of this year, one 12d Black Queen Victoria stamp was sold for $224,250 at the Eastern Auctions sale in Halifax. In 2011, it was reported that a brand new copy of this stamp was auctioned off in New York in the United States for USD488,900.

All in all, there were 51,000 copies of the 12d Black Queen Victoria stamp that were printed. However, due to its high denomination, only 1,450 copies of the stamp were sold. Not realizing how valuable these stamps could be in the future, the remaining 49,550 copies of the stamp that were unsold were taken off the market and destroyed in 1857. There are allegedly 100 to 150 pieces of the 12d Black Queen Victoria stamp existing in the market today. However, these reports are unverified and are mere speculations.

If all Canadian stamps were to be ranked by dollar value, the top eight would probably all be 12d Black Queen Victoria stamps with their covers and multiples.


Assista o vídeo: 10 Most expensive US stamps Timbres rares et précieux des USA. selos mais caros dos EUA (Novembro 2021).